sábado, 1 de agosto de 2009

TESTEMUNHOS DO PASTOR JOSÉ RODRIGUES (PASTOR JOTINHA), PIONEIRO DA ASSEMBLEIA DE DEUS: APARIÇÃO DE JESUS E O MECÂNICO.

Quem é o Pastor José Rodrigues?
Autor da versão do hino 001 da Harpa Cristã "Chuvas de Graça" (dentre outros), o pastor José Rodrigues, de 99 anos, um dos pioneiros da Assembléia de Deus, amigo de Daniel Berg e Gunnar Vingren – fundadores da Assembléia de Deus – José Rodrigues, mais conhecido como J.R. ou “Jotinha”, é o único da 1ª geração da AD que permanece vivo.

Nasceu em Cafarnaum da Galiléia, Israel, em 24 de junho de 1910, no mesmo ano que se iniciava a Igreja Evangélica Assembléia de Deus. Em 1911 seus pais vieram refugiados para o Brasil. Seu nome de origem é Josefus Rerullu.

Autor de diversos corinhos cantados na AD, como o “Eu quero ser Senhor amado como um vaso na mão do oleiro...”, que compôs em 1950, muitos hinos da Harpa Cristã também levam as iniciais J.R.: 01, 05, 08, 84, 96, além de outros.

Dentre os hinos de sua autoria, J.R. afirma que o mais cantado é o número 1 da Harpa Cristã, Chuvas de Graça. “Todos foram escritos em momentos marcantes da minha vida, mas o 01 é o mais lembrado. Esse hino até os ímpios cantam”. J.R. explicou ainda o segredo que faz os hinos da harpa, apesar de muito antigos, sobreviverem às inovações. “Os hinos avulsos vêm e passam, mas os clássicos da Harpa Cristã permanecerão até a eternidade. Foi Deus quem inspirou os autores que compuseram em constante oração”.

O Pastor José Rodrigues é uma prova viva da obra que Deus tem realizado ao longo da história e um rico patrimônio da Assembléia de Deus que vai ficar marcado na memória de todos. Um comentário do pastor chama a atenção: não se casou e nunca teve sequer namorada.

Uma vida de inteira dedicação à obra de Deus!

Hinos que traduziu ou adaptou:

001-Chuvas de Graça
005-Ó desce fogo santo
008-Cristo, o fiel amigo
084-O grande "Eu sou"
096-Deixa penetrar a luz

Em 1932, J.R. e um grupo de irmãos passaram por uma experiência inusitada. Enquanto caminhavam pelo sertão de Pernambuco para evangelizar os vilarejos, sem alimento adequado há dias, foram surpreendidos por um bando de cangaceiros que lhes indagaram quem eram e para onde iam. J.R. disse que iriam evangelizar vilarejos. O cangaceiro perguntou se eram eles os missionários da “nova seita” que pregavam o bem, o que foi confirmado.

No mesmo instante o cangaceiro mandou seus capangas retirarem da bagagem farinha de mandioca, rapadura e carne seca e oferecer aos missionários itinerantes. Após orarem agradecendo a Deus pela provisão de alimentos, pregaram o evangelho. Perguntaram ao cangaceiro seu nome e tiveram uma resposta imprevista: “Virgolino Ferreira da Silva – mais conhecido como Lampião” - bando que atuou no sertão nordestino por 20 anos.

Deus usou até o cangaceiro para alimentar seus servos na jornada missionária pelo Brasil!

[Texto extraído de vieirademelo.googlepages.com]
[Vídeos de youtube.com.br]

Vale a pena assistir a esses vídeos. São testemunhos muito bonitos e marcados pela experiência com Deus.







3 comentários:

Orlando disse...

Ouvi falar desse "Patrimonio" do Evangelio em 07 de Dezembro de 2009. Fui logo para o Youtube, depois para o Google.com para procurar por ele, e encontrei tambem esse documentario e videos. Muito bom. Seje abencoado amigo que postou essa joia na net. Paz e prosperidade de parte de Deus.

Sóstenis Moura disse...

Caro Orlando, obrigado por suas palavras.
Acho importante sempre tomar inspiração em testemunhos de grandes homens de Deus.

Sóstenis Moura

amós disse...

coonesQue nós possamos tomar por exemplo a vida desse grande homem de DEUS,ser fiel acima de tudo..que DEUS abençõe..