quarta-feira, 22 de outubro de 2008

JOEL CARLSON, FUNDADOR DA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM PERNAMBUCO

Missionário Joel Carlson

Joel Frans Adolf Carlson nasceu no dia 23 de Junho de 1889 em Estocolmo, na Suécia, filho de John Albert Carlson e Emma Lovisa Carlson. Fez seus estudos bíblicos na Escola Bíblica de Estocolmo, dirigindo-se, em 1917, para Nova York, onde se iniciou na prática evangélica, exercendo também a sua atividade depois em Chicago. Era casado com Signe Charlotta Hedlund Carlson e teve 4 filhos: Börje, Ruth, Ragnar e Elsa Carlson. Coube a ele a fundação e consolidação dos trabalhos da Assembléia de Deus em Pernambuco.
As primeiras reuniões do chamado Movimento Penteconstal em Pernambuco ocorreram em 1916. Na ocasião, o irmão Adriano Nobre, enviado pelo missionário Gunnar Vingren, do Belém do Pará, começou a celebrar cultos nas casas de evangélicos que se interessavam nas revelações dos dons espirituais e pelo Batismo com o Espírito Santo. Em uma dessas reuniões, ele conheceu um casal temente a Deus, João e Felipa Ribeiro. A partir de então, os cultos da denominada “Missão da Fé Apostólica”, ficaram fixos da residência dos irmãos, na rua Velha, nº 27, no bairro da Boa Vista.
A fixação da Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Estado, porém, aconteceu através do Missionário Joel Carlson e sua esposa, Signe Carlson. O jovem missionário chegou em terras pernambucanas em 20 de outubro de 1918, depois que esteve no Pará, por algum tempo, aprendendo a língua portuguesa. Joel e Signe Carlson deixaram o conforto da Suécia por fazer a obra de Deus no Recife. Inicialmente, moraram em uma casa de barracão, no bairro dos Coelhos, junto ao manguezal do rio Capibaribe, área com a presença constante de insetos e roedores. Após dois anos nos Coelhos, fixaram moradia na rua Imperial, nº 812, Bairro de São José. Os missionários tiveram 04 filhos: Borle, falecido aos 3 meses de idade, Ruth, Hagnar e Elsa.
Em 24 de outubro de 1918, 4 dias após a chegada do Missionário Joel Carlson ao Recife, aconteceu a primeira reunião que fixou os marcos do Movimento Pentencostal em Pernambuco. O local foi o mesmo onde o irmão Adriano Nobre, em 1916, realizou as primeiras reuniões de avivamento no Estado, a casa dos irmãos João e Filipa Ribeiro, seguindo os encontros neste endereço até o final do ano então corrente. Além da expansão do Evangelho em toda região, a assistência social já era prioridade da Igreja, com a instalação de um orfanato, já em 1919, inicialmente feminino, no bairro de Afogados, sendo, depois, transferido, para Coqueiral, de onde se mudou para um casarão no bairro de Beberibe, pertecente à família Meira de Vasconcelos, tendo apoio financeiro da Igreja em Estocolmo, capital da Suécia.
No início de 1919, o Missionário Joel Carlson adquiriu uma casa humilde com telhado de palha, no bairro de Gameleira, hoje Cabanga. Um pequeno grupo, porém fiel, começou a se reunir no santuário. Pouco tempo depois, o Missionário instalou a sede da Igreja na Rua Imperial, em um antigo depósito de sal. Com a expansão do Evangelho no Recife, também aumentaram as perseguições e a maldade dos incrédulos. No Largo da Paz, em Afogados, por exemplo, era realizado um culto ao ar livre, reunindo uns 7 crentes, e ali foi pregado o Evangelho da Salvação sob vaias, ameaças e arremesso de ovos e tomates estragados.
Mesmo assim, a evangelização se tornava mais intensa. Já na época, alguns pontos de pregação foram abertos: Pina, Barra de Jangada, Prazeres, Muribeca, Tejipió, Coqueiral, Jiquiá, Torre, Casa Amarela e Olinda. Grande número de novos convertidos eram batizados. Certo dia, na Praia do Pina, quando diversas pessoas assistiam ao batismo, ocorreu uma cena inusitada: ajoelhada na areia, a esposa do Missionário Joel Carlson, Signe Carlson, levantou as mãos e orou dizendo: “Graças de te dou, Senhor! Reconheço, agora, que Tu me enviaste para este lugar”! Louvado seja o teu nome!” Estas expressões foram proferidas em virtude de uma visão vinda da parte de Deus àquela Missionária, quando ela orava estando, ainda, na Suécia. Na oração, ela vira uma praia desconhecida; muito diferente do panorama litorâneo da Europa, onde se via uma multidão formada de pessoas de várias origens e diferentes aspectos: pele clara, escura, pardo-clara, pardo-escura; cabelos lisos, finos, grossos e ondulados, carapinhos. Tudo caracterizava uma acentuada miscigenação. Sobreposta à multidão, pairava uma faixa ostentando o nome Brasil.
O Missionário Joel Carlson ora trabalhava em Recife, ora se transportava para os Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, onde realizou importantes trabalhos, quer nas capitais, quer no interior. Abriu trabalhos nas cidades de Escada, Palmares, Ribeirão, Serinhaém, Garanhuns e outras localidades pernambucanas.
Em 1923, Carlson iniciou a pregação do Evangelho no bairro da Encruzilhada, onde inaugurou em 15 de Abril de 1928 o grande templo pentecostal naquela localidade. Essa igreja era considerada a maior da época no Brasil.
Em 15 de abril de 1928, na época com 1.500 membros, a Igreja Evangélica Assembléia de Deus inaugurou o Templo Sede da denominação, na rua Castro Alves, no bairro da Encruzilhada. Após 09 anos, os cultos deixaram de ser ministrados na casa da rua Imperial, que era alugada. Ainda neste ano, Pastor Joel Carlson iniciou o trabalho de Deus em Abreu e Lima, que se tornar um dos mais prósperos do Estado de Pernambuco.
O Missionário Joel Carlson liderou a Igreja em Pernambuco até 08 de setembro de 1942, quando faleceu. Tendo a família pentecostal prestado ao seu querido pastor uma verdadeira honra, por ocasião do seu enterro, no cemitério de Santo Amaro.
Fontes: Blog Assem-Beréia de Deus; Blog de Benhur Antônio.

Um comentário:

eliane disse...

Hoje dia 01/11/2011 tive a honra de conhecer uma das filhas do nosso querido e saudoso missionario e estou muito feliz meu nome é ELIANE FERREIRA membro da igreja assembliea de DEUScom muito orgulho