domingo, 26 de outubro de 2008

BALANÇO DAS FESTIVIDADES DOS 90 ANOS DA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM RECIFE

Foi belíssima a festa de comemoração pela passagem dos 90 anos da Assembléia de Deus em Pernambuco, promovida sob a presidência do Digníssimo Pastor Presidente Aílton José Alves, no período de 18 a 25 de outubro do ano corrente.
Foi uma festividade verdadeiramente espiritual, com centenas de almas salvas, com testemunhos lindos, bastante organizada, sem delongas chatas e promoções pessoais inúteis. O Espírito Santo de Deus operou de forma maravilhosa, e ficou bem claro que o objetivo da Igreja em Recife é expandir sua obra missionária, alcançando povos e países diversos para o Reino de Deus.
Creio que o objetivo maior foi atingido: mostrar a todo o país que a Igreja em Pernambuco é sólida e viva, que sabe unir bem a tradição ao uso do moderno. Prova maior é o próprio Pastor da Igreja, homem de vida reta, de pulso firme, doutrinador, que vela pelos bons costumes, que repudia inovações doutrinárias de pessoas mesquinhas e interessadas no bem-estar próprio, mas que sabe utilizar bem os vários meios de comunicação modernos para anunciar o Evangelho de Cristo Jesus, que tem idéias brilhantes de modernização dos templos, sem falar que sabe escolher acertadamente a maioria de seus auxiliares, e tem um ótimo nível de gerência.
Sem dúvida alguma, o Pastor Aílton se apresenta como um homem capaz para liderar a denominação no país inteiro, mantendo as rédeas sob seu governo e a direção do Espírito Santo, a quem obedece, e guiando o povo sob os bons costumes, sem, no entanto, privá-lo de ser moderno. A conferir no futuro, se Cristo permitir.
A Igreja em Recife demonstrou o quanto está empenhada na propagação do Evangelho, apresentando todos os missionários que VERDADEIRAMENTE tem no exterior, e seus respectivos trabalhos.
É motivo de grande felicidade também o fato de se estar em negociação a compra de uma emissora de TV. Espero que seja tão boa quanto o é a Rádio Boas Novas. Será a oportunidade de revelar a maneira agradável de fazer programas evangélicos para atração de todos a Deus, sem vendas infinitas de material e promoção inútil de homens interesseiros, como aqueles programas de TV do Sudeste e do extremo Norte do Brasil.
Sem falar que foi bastante acertada a escolha do pregador do culto de encerramento. Foi só Bíblia, da forma mais genuína possível, e o resultado é que o povo foi edificado.
Sim, também não vi nenhum político. Os cultos foram, como a Assembléia de Deus os conhece, dedicados única e exclusivamente a Deus.
Parabéns a todos os da Assembléia de Deus em Pernambuco! Fizeram bonito mesmo, e souberam chamar a atenção de todos fazendo uso da ordem e da simplicidade.

Um comentário:

Silvio Araujo disse...

A Deus toda a glória!